18 dezembro, 2006

A Biblioteca


"A biblioteca, que em duas salas, amplas e claras como praças, forrava as paredes, inteiramente, desde os tapetes de Caramânia até ao tecto de onde alternadamente, através de cristais, o sol e a electricidade vertiam uma luz estudiosa e calma - continha vinte e cinco mil volumes, instalados em ébano, magnificamente revestidos de marroquim escarlate. Só sistemas filosóficos (e com justa prudência, para poupar espaço, o bibliotecário apenas coleccionara os que irreconciliavelmente se contradizem) havia mil oitocentos e dezassete!"
In Civilização, Eça de Queirós
Eu quero uma biblioteca assim!!!!

5 comentários:

Laranjinha disse...

Essa é uma das nossas mais bonitas bibliotecas.

india disse...

Têm que visitar a Biblioteca Joanina na Universidade de Coimbra. è linda de morrer. Barroca, opulenta, e com uma patine fantástica.

Sandra B. disse...

Linda biblioteca!!!

Anónimo disse...

Deve ser uma linda biblioteca, esta. Contudo, parece-me ser intocável, apenas para se ver. As bibliotecas actuais são bem deferentes e mais adaptadas aos nossos jovens. As novas bibliotecas têm novas valências adaptadas aos dias de hoje.

Anónimo disse...

Desculpem, na terceira linha queria dizer "diferente".