17 janeiro, 2010

Orgulho e vaidade

«- O orgulho - começou Mary, que tinha certa vaidade na solidez das suas observações - é vulgar e julgo que inato em todos os homens. Há poucas pessoas que não se olhem com auto-complacência e não tenham qualidades - reais ou imaginárias - de que se sintam orgulhosas. Vaidade e orgulho são coisas muito diferentes, embora muitos empreguem, indistintamente, os dois termos. Uma pessoa pode ser orgulhosa sem ser vaidosa. O orgulho consiste na boa opinião que formamos de nós mesmos e a vaidade na impressão favorável que desejaríamos fazer nos outros. »

Orgulho e Preconceito, Ed. Romano Torres, p. 22 e 23

2 comentários:

Gerana Damulakis disse...

Simplesmente magistral. Um dos grandes romances da história da literatura universal.

Rute Oliveira disse...

É verdade Gerana, estou completamente apaixonada por este livro.