22 outubro, 2006

A importância de uma árvore ...

«(...) deixou o olhar caminhar ao encontro de uma árvore de folhas ovais, miúdas e estreitas, pintadas a verde-escuro e brilhante. Não precisou de arragaçar os ouvidos para escutar o zumbido das abelhas e outros insectos que se deliciavam com o néctar produzido pelas vistosas flores. Era o seu metrossidero de estimação, uma árvore originária da Nova Zelândia (...) na Fazenda das Terras do Mundo Perdido também havia uma, mandada plantar pelo seu avô paterno.»

in Paralelo 75, p. 72

Segundo o livro o Sr. Engenheiro gostava muito do metrossidero da Praça da Alegria, porque esta árvore lhe fazia lembrar a sua terra. Em África, foi junto ao metrossidero, que o seu avô plantou, que foi sepultado.

Um destes dias ainda passo na Praça da Alegria para ver se lá está algum metrossidero. Em flor deve ser lindo.

Porquê esta árvore? O livro refere que se adapta muito bem a condições adversas. Será essa a razão?

É metrossidero ou metrosídero?

Na Nova Zelândia estas árvores florescem em Dezembro e Janeiro. Por esse motivo, lá, são conhecidas como árvores de natal. Pelas fotos que vi, são lindas.

4 comentários:

Minerva McGonagall disse...

Sim, pela foto são lindas, e tenho uma vaga ideia de que as que estão na Praça da Alegria são gigantes. Da próxima vez que for ao Hot Clube, olho com mais atenção!

totoia disse...

Imaginava esta árvore totalmente diferente... Que giro!

azuki disse...

estou de partida para a Nova Zelândia, obrigada pela excelente dica!

Laranja com Canela disse...

Boa viagem, Azuki. A Nova Zelândia deve ser linda.