12 setembro, 2006

Biografia

José Saramago nasceu a 16 de Novembro de 1922, na Azinhaga (Golegã). Veio para Lisboa aos 3 anos com os seus pais, estudou até fazer o ensino secundário (liceal e técnico). Por dificuldades financeiras começou a trabalhar abandonando os estudos.

Pode-se dizer que Saramago foi um homem dos sete ofícios. Começou por ser serralheiro mecânico, depois desenhador, funcionário da saúde, editor, tradutor, jornalista. Esteve 12 anos na revista Seara Nova. Passou pelo Diário de Lisboa, como comentador politico, de Abril a Novembro de 1975. Foi também director adjunto do Diário de Noticias.

A partir de 1976 dedica-se exclusivamente a escrita. Vive actualmente em Lanzarote, nas ilhas Canárias.
É acusado de ser polémico, devido as suas opiniões sobre a religião e politica.

Saramago é um dos escritores portugueses mais premiados de sempre, recebeu o Prémio Nobel em 1998, é apelidado por muitos como o “mestre” da literatura portuguesa.

Obras publicadas:


Poesia

· Os Poemas Possíveis, 1966
· Provavelmente Alegria, 1970
· O Ano de 1993, 1975

Crónica

· Deste Mundo e do Outro, 1971
· A Bagagem do Viajante, 1973
· As Opiniões que o DL teve, 1974
· Os Apontamentos, 1976

Diário

· Cadernos de Lanzarote I, 1994
· Cadernos de Lanzarote II, 1995
· Cadernos de Lanzarote III, 1996
· Cadernos de Lanzarote IV

Viagem

· Viagem a Portugal, 1981

Teatro

· A Noite, 1979
· Que Farei Com Este Livro?, 1980
· A Segunda Vida de Francisco de Assis, 1987
· In Nomine Dei, 1993

Conto

· Objecto Quase, 1978
· Poética dos Cinco Sentidos - O Ouvido, 1979

Infanto-juvenil
· A Maior Flor do Mundo, 2002

Romance

· Manual de Pintura e Caligrafia, 1977
· Levantado do Chão, 1980
· Memorial do Convento, 1982
· O Ano da Morte de Ricardo Reis, 1984
· A Jangada de Pedra, 1986
· História do Cerco de Lisboa, 1989
· O Evangelho Segundo Jesus Cristo, 1991
· Ensaio sobre a Cegueira, 1995
· Terra do Pecado, 1997
· Todos os Nomes, 1997
· A Caverna, 2000
· O Homem Duplicado, 2002
· Ensaio sobre a Lucidez, 2004
· As Intermitências da Morte, 2005

2 comentários:

Barão da Tróia II disse...

Eu gosto.

Sandra B. disse...

Saramago é sem dúvida um grande escritor! No entanto eu já tentei ler uma vez o "Memorial do Convento" e não consegui! Achei muito pesado! Na altura fiquei bastante desapontada comigo própria! :(