02 agosto, 2006

Pelo mundo fora ... com livros

Gonçalo Cadilhe procura também conhecer os locais que visita através da literatura. Em quase todos os seus textos de "A Lua Pode Esperar" refere um ou mais escritores. Aqui fica a lista :

Alain de Botton - A arte de Viajar

Saint-Exupéry - Vôo Nocturno

Eduardo Galeano - O Livro dos Abraços

Bruce Chatwin - Na Patagónia

Francisco Coloane - Cabo Horn

Pablo Neruda - Confesso que Vivi

William Burroughs - The Naked Lunch

Paul Bowles - Sobre o Céu que nos Protege

Peter Esterházy - O Olhar da Condessa Hahn-Hahn

Muñoz Molina - O Inverno em Lisboa

Robert Hughes - The Fatal Shore

Richard Brautigan - Trout Fishing in America

Keri Hulme - The Bone People

Leonard Lueras - Bali, the ultimate island

António Pinho da França - A Influência Portuguesa na Indonésia

Soeiro Pereira Gomes - Engrenagem

Marguerite Yourcenar - Uma volta pela Prisão

Italo Calvino - Palomar

Refere ainda os escritores: Luis Sepúlveda, Octavio Paz, Rudyard Kipling, Noam Chomsky, Amartya Sen, V.S.Naipul, Paul-Robert Thomas, Louis Dudek, Eugenio Montale e Mohamed Chouckri.

Desta lista, quais é que já leram?

8 comentários:

totoia disse...

UPS...nenhum, mas conheço pessoalmente um dos escritores.

António Pinho de França.

Laranjinha disse...

Ah ... esses contactos!

Minerva McGonagall disse...

Que vergonha, nem um!

Jazzoesfera disse...

Infelizmente também não li nenhum livro desses autores.

Já tive algum contacto com a poesia de Pablo Neruda através do excelente filme - O Carteiro de Pablo Neruda.

dancingkid disse...

Vou falar do que conheço, William Burroughs, tem o livro Naked Lunch traduzido para português pela Livros do Brasil, o título em português tem o infeliz nome de Alucinações de um drogado, é praticamente ilegível, no entanto David Cronenberg adaptou para cinema, um filme alucinante, que mostra quem é William Burroughs.
Noam Chomsky éum feroz critíco da Globalização com inúmeros livros traduzidos em Português. Curiosamente António Pinho França é o embaixador amigo de Pedro Vasconcelos. Estou neste momento a ler Italo Calvino, Porquê ler os clássicos? - acho que Richard Zimler sabe bem porquê, quando no seu livro Goa ou o guardião da aurora se inspira em Othello, sempre o eterno Shakespeare.

Marta Amado disse...

Desta lista de autores apenas li o "Principezinho" de Antoine de Saint-Exupéry e adorei.
Hoje contactei pela primeira vez com este blog. Também adoro ler e escrever.

Laranjinha disse...

Bem-vinda Marta. Espero que esta seja a primeira de muitas visitas!

totoia disse...

Olá Marta Amado, se gostas de ler estás no blogue certo.

:)