07 agosto, 2006

Coincidências

"Batem à porta. A esta hora, quem será?
"Somos a Teresa e o Diogo", respondem-me dois jovens de olhar curioso e hesitante. Fico espantado com a coincidência: um casal de mochileiros portugueses no mesmo hotel. Mas há mais coincidências: "Desculpe se o estamos a incomodar. Vimos o seu nome no registo de hóspedes e não resistimos a vir conhecê-lo", explica a Teresa. "Estamos a dar uma volta ao mundo por causa das suas reportagens e dos seus livros. Obrigada!", conclui."

in A Lua Pode Esperar

Digam lá se isto não foi uma coincidência deliciosa? E em plena Patagónia...

3 comentários:

totoia disse...

Os portugas estão por todo o mundo... Somos pequenos mas bem espalhados!!

Laranjinha disse...

Como se costuma dizer onde há um portuga, há mais dois ou três (LOL).

Mas o que acho interessante neste excerto é verificar as consequências/influências que aquilo que fazemos ou escrevemos pode ter nos outros.

totoia disse...

Desde que estou a ler este livro, só me apetece viajar, passo o tempo a ver promoções de viagens, mesmo sabendo que para já não vai mesmo ser possível.